18 de agosto de 2010

Sublime

Ouvi-o em jeito de quem não ouve e só depois de o ouvir com o coração achei-o sublime...

"Amar Teus Olhos

Podia com teus olhos
escrever a palavra mar.
Podia com teus olhos
escrever a palavra amar
não fossem amor já teus olhos.

Podia em teus olhos navegar
conjugar os verbos dar e receber.
Podia com teus olhos
escrever o verbo semear
e ser tua pele
a terra de nascer poema.

Podia com teus olhos escrever
a palavra além ou aqui
ou a palavra luar,
recolher-me em teus olhos de lua
só teus olhos amar.

Podia em teus olhos perder-me
não fossem, amor, teus olhos,
o tempo de achar-me."

Carlos Melo Santos, in "Lavra de Amor"

2 comentários:

fatimagatha disse...

oiiiiiiiiii
passando por aqui pra ver as novidades e deixar um beijo e um ótimo final de semana.
adorei.
fatimagatha
varaldedesejos.blogspot.com

Rolando disse...

Oi moça. Estive aqui. Gostei. apareça no meu e aproveite e vote no topblog. Abraços.